O grupo de pesquisa GAMA (Geomática Aplicada e Modelagem Ambiental) surgiu em 2017 na Universidade Federal de Ouro Preto a partir da criação de uma equipe multidisciplinar formada por pesquisadores e estudantes de graduação e pós-graduação. Com o intuito de aplicar conceitos, metodologias e tecnologias das ciências geodésicas em estudos urbanos e ambientais, o grupo vem direcionando suas investigações nas seguintes linhas de pesquisa:

  • Gestão de Risco e Desastras Naturais:

Esta linha de pesquisa busca construir modelos heurísticos, estatísticos e/ou determinísticos para a análise de susceptibilidade, perigo, vulnerabilidade e risco. Dentre os resultados encontrados pode-se destacar os produtos cartográficos, os inventários de processos geodinâmicos, a construção de modelos preditivos, etc. Os fenômenos atualmente estudados englobam: movimentos gravitacionais de massa, processos erosivos, inundações e incêndios florestais.

  • Geomática, Meio Ambiente e Ordenamento Territorial:

Esta linha de pesquisa procura analisar espacialmente questões cotidianas da relação entre a engenharia, o meio ambiente e a dinâmica de ocupação do solo. Os temas abordados envolvem: zoneamento ambiental, seleção de áreas adequadas ao desenvolvimento de determinadas atividades (obras lineares, zonas industriais, aterros sanitários, corredores ecológicos, etc.), análise espacial dos impactos derivados de obras de engenharia, etc.

  • Análise e Modelagem de Sistemas Ambientais:

Esta linha de pesquisa visa desenvolver análises, representações e simulações da evolução espaço-temporal de sistemas ambientais. O primeiro passo para compreender o ambiente em que vivemos consistem no diagnóstico da situação ambiental por meio do mapeamento e análise de dados espaço-temporais. Com base nesses dados, é possível desenvolver algoritmos de representação que permitirá produzir conhecimento sobre a complexa interação entre os sistemas naturais e os sistemas socioeconômicos. Por fim, a modelagem utilizando cenários prospectivos consiste hoje num instrumento fundamental às atividades de gestão e planejamento ambiental. Essa linha de pesquisa aborda questões contemporâneas como os impactos das atividades humanas nos recursos hídricos e nos ciclos biogeoquímicos (como o carbono, nitrogênio, enxofre e fósforo), a dinâmica da mudança de uso e cobertura do solo e a análise dos impactos e proposição de políticas públicas.